João/Thomaz#12

Thomaz,

Things dark and heinous in this world, indeed.

Acho que nós (e a TV) temos uma inclinação para séries sombrias e/ou violentas com um forte tom realista. The Wire, Breaking Bad, The Sopranos, Rome, Game of Thrones, Twin Peaks etc.

Estava pensando esses dias que Breaking Bad é bem parecido com Lolita: parte de seu magnetismo está em ver o protagonista construindo o seu mundo particular onde suas ações são justificáveis ou, mesmo que assustadoras, plausíveis. No final, não temos certeza, ainda, se é muito doentio ter apreciado o que vimos ou lemos, se é muito bizarro dizer que gostamos muito da série ou do livro.

*** *** ***

Mudando de assunto. Uns dias atrás eu acordei ao som do despertador do meu celular, o qual desliguei. Quando olhei para a tela, havia uma anotação que eu não lembrava ter escrito, ainda sem salvar:

Mulher jovem gritando np cinema: a velha esta quente ela esya prested a pedir licenca

Fiquei olhando para aquilo sem saber se eu tinha acordado de verdade. Até que eu lembrei. Eu estava numa sala de cinema, vendo um filme em preto e branco e sentindo certo mal-estar, pra ser sincero. De repente, uma  mulher se levanta de uma das fileiras da frente. Ela é brilhante e preta e branca como os personagens do filme. Ela está desesperada e começa a gritar: “A velha está quente! Ela está prestes a pedir licença!” Ela queria dizer que a mãe dela estava morrendo.

Hediondo.

Abs,
João G.

Em resposta a: Thomaz/João #11

Advertisements

One thought on “João/Thomaz#12

  1. Pingback: Thomaz/João #13 | Correspondências

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s